BPNCredito

Desde do dia 7 do presente mês que o BPN Crédito começou o processo dos despedimentos coletivos, estando até ao presente dia apenas na fase de informação à Comissão de Trabalhadores (CT), neste processo irão ser despedidos 87 trabalhadores. O objetivo destes despedimentos é reduzir para metade o número de trabalhadores até ao final de Janeiro.

Segundo a Comissão de Trabalhadores começaram hoje a ser assinadas as rescisões contratuais pelos trabalhadores e pelo BPN Crédito. Após a consulta à CT, que terminou na passada quarta-feira, ainda não se tinha chegado a nenhum acordo entre o responsável dos trabalhadores e a nova administração da empresa, contudo muitos são os trabalhadores que irão aceitar a proposta de rescisão contratual. Estes trabalhadores irão aceitar a proposta pois afirmam estar cansados da pressão que têm sofrido nos últimos tempos.

Uma vez que o despedimento coletivo não tem por base má conduta dos trabalhadores estes serão indemnizados conforme é o seu direito, consistindo assim a sua indemnização à multiplicação dos anos de trabalho pela remuneração mensal, resultante do salario base mais diuturnidades e complementos. Este despedimento não irá só afetar uma secção, irá afetar trabalhadores de Lisboa, Porto, Coimbra e Leiria.