Hoje em dia a maior parte da população encontra-se com falta de dinheiro e tendem a recorrer a um crédito urgente, especialmente quando se encontram num aperto financeiro. Não é uma saída que de se possa orgulhar, mas é melhor que acabar nas ruas.

Formas de conseguir um crédito urgente

Pode conseguir um crédito tanto por internet como por telefone, é como preferir. Contudo os valores a pedir emprestado por esses serviços serão mais baixos do que aqueles que pode pedir pessoalmente.

Faça uma simulação de crédito. Os simuladores encontram-se em quase todos os sites de bancos, apenas tem de experimentar todos eles ver qual lhe concede os melhores valores.

Verifique o que é preciso utilizar no seu plano, digamos, aquisição de bens, reforma na casa, viagens de férias, manutenção do carro, etc.

Assegure aos credores que, mesmo endividado, consegue pagar os empréstimos a tempo. Fale-lhes do seu emprego, com que regularidade poderia pagar as prestações e que garantias poderia fornecer no pagamento dessas mesmas prestações, em caso de incumprimento das condições estabelecidas.

Regateie prestações razoáveis de acordo com o seu estilo de vida. Sendo assim, a cada prazo poderá cumprir as condições sem grandes problemas, mantendo o seu credor satisfeito e as contas em ordem.

Certifique-se de que tem o nome limpo, ou isso irá cair na decisão do credor em relação a conceder-lhe um empréstimo. Ninguém quer emprestar dinheiro a alguém que já falhou antes em devolvê-lo.

Caso já tenha pedido um crédito antes, fique-se sempre pelo mesmo credor, eles apreciam o voto de confiança neles e assim estarão sempre mais dispostos a ajudar.

Porém, não faça um crédito a não ser que seja realmente necessário, ou seja, cumpra os seus objectivos financeiros do seu próprio bolso, como por exemplo pagamento de contas. O endividamento não combina bem com empréstimos, pois só lhe causará mais problemas de futuro.